Mauricio Kus
Peça "Não Vamos Pagar!" com Virginia Cavendish e Marcelo Airoldi reestreia no Teatro Folha


Por Mauricio Kus, 18/08/2017 às 22:20

Comédia "Não Vamos Pagar!" entra em cartaz no Teatro Folha

Montagem com texto de Dario Fo

produção e atuação de Virginia Cavendish


 Comédia Não Vamos Pagar!
Crédito: Edson Lopes Jr.

A comédia "Não Vamos Pagar!" do dramaturgo italiano Dario Fo inicia temporada no Teatro Folha dia 1º de setembro e fica em até 22 de outubro, com sessões de sexta-feira a domingo. Dirigida por Inez Viana, a peça, num ritmo dinâmico e divertido, mostra as hilariantes situações que envolvem as personagens Antônia e Margarida, donas de casa que fazem de tudo para manter suas finanças sob controle.

Antônia acaba de perder o emprego. Seu marido, João, trabalha em uma fábrica ameaçada de ser fechada. Em protesto contra aumento de preços, um grupo de mulheres decide invadir e saquear um supermercado. Entre elas, Antônia, que a partir daí se envolve em uma sequência de peripécias. O marido, cheio de valores e princípios éticos, prefere morrer de fome a fazer algo ilegal – e não faz ideia do que sua mulher tem feito. Somam-se a isso os problemas criados pela amiga Margarida, relutante em ajudá-la, e os vários encontros e incidentes com a polícia.

Na montagem tudo acontece de maneira muito ágil, graças ao elenco formado por Virginia Cavendish, idealizadora e produtora do projeto, Marcello Airoldi, Zéu Britto, André Dale e Luísa Vianna. O espetáculo estreou em 2014 e já percorreu 26 cidades, em temporadas de sucesso.

 Comédia Não Vamos Pagar!
Crédito: Edson Lopes Jr.

Os diálogos escritos por Dario Fo são ágeis, inteligentes e cheios de sátiras políticas. A diretora Inez Viana observa que a peça é muito atual porque as personagens vivem em crise financeira bem parecida com a que os brasileiros experimentam no momento. Ao mesmo tempo o texto permite que os atores brilhem e se divirtam nas situações cômicas. "É notória a inspiração de Dario Fo no popular para chegar ao erudito, mantendo a crítica, sempre no tom satírico, político e mordaz, sem perder a poesia e a esperança em dias melhores", destaca a diretora Inez Viana.

SOBRE O AUTOR

Dario Fo 
é ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 1997. Ator, diretor e dramaturgo italiano, escreveu mais de 40 espetáculos, encenados em mais de 50 países. Sua obra apresenta um importante e crítico retrato da sociedade contemporânea. Na última década teve adaptações importantes em países como Alemanha, França, Rússia, China, Índia e Japão.

SOBRE A DIRETORA

Inez Viana
 é a diretora do OmondÉ, cia de teatro que fundou em 2009 com mais 9 atores e que realizou as seguintes peças: "As Conchambranças de Quaderna"  (2009) de Ariano Suassuna, "Os Mamutes" (2011) de Jô Bilac e "Nem Mesmo Todo o Oceano (2013) de Alcione Araújo. Fora da Cia OmondÉ, dirigiu os espetáculos: "Amor Confesso" (2011) de Arthur Azevedo; "Maravilhoso", de Diogo Liberano (2013), "Cock - Briga de Galo", de Mike Bartlett (2014), "Meu Passado me Condena", de Tati Bernardi (2014) e "O que Você Vai Ver" (2014), livremente inspirado em All That Fall, de Samuel Beckett.

Foi indicada aos prêmios APTR por "As Conchambranças de Quaderna" e "Amor Confesso". Ganhou o Prêmio Contigo pela peça  "As Conchambranças de Quaderna"  e Prêmio FITA pela montagem "Os Mamutes".

SOBRE  O ELENCO

Virginia Cavendish
 - Atriz e produtora da peça "Não Vamos Pagar!". Participou de diversas novelas e seriados de televisão, como, "Mandrake", "Andando nas Nuvens", "O Cravo e a Rosa", "As Filhas da Mãe", "A Grande Família" e "Malhação". Apresentou na tv o programa sobre cinema "tnt+filme". No teatro trabalhou com diretores renomados como Antunes Filho, João Falcão, Hamilton Vaz Pereira e Mário Bortolotto. Fez, no cinema, filmes de sucesso como "O Auto da Compadecida" e "Lisbela e o Prisioneiro", dirigidos por Guel Arraes. Por esse trabalho, ganhou os prêmios Qualidade Brasil 2004 de Melhor Atriz Coadjuvante no Rio de janeiro e em São Paulo. Atuou como protagonista no longa-metragem "Através da Sombra", de Walter Lima Jr., produzido por ela e por Maria Dulce Saldanha, da Cinelândia Produções. Com esse filme, foi premiada como Melhor Atriz no XII Fantaspoa e no 10º Fest Aruanda.

Marcelo Airoldi - Ator, diretor e dramaturgo. Trabalhou em diversas novelas e seriados, como "Viver a Vida", "Sol Nascente", "Geração Brasil", "Por Toda Minha Vida - Adoniran Barbosa", "Malhação", "Psi", entre outros. No cinema recebeu prêmio de melhor ator coadjuvante no Los Angeles Brazilian Film Festival pelo trabalho em "Onde Está a Felicidade?".  Participou de filmes como "Flores Raras", "Amor em Sampa", "De Onde eu te Vejo", "Do Lado de Fora", "Pequeno Dicionário Amoroso 2", "SOS Mulheres ao Mar". No teatro, recebeu prêmio Arte Qualidade Brasil de melhor ator de comédia pelo espetáculo "Intocáveis". Atuou em peças como "La Estupidez", "Huis Clos - Entre 4 Paredes", "Um Segundo e Meio","Pessoas Absurdas", "Os Penetras", entre outras.

Luísa Vianna - Atriz e cantora. Seu último trabalho no teatro foi "Gabriela - Um Musical" de João Falcão (prêmio Bibi Ferreira de Melhor Musical Brasileiro/2016). Participou ainda das montagens acadêmicas "The Book of Mormon" (UNIRIO) e  "A Festa Selvagem" (CAL). É formada em música pelo Coral dos Canarinhos de Petrópolis, cidade onde nasceu. Este ano, também se formou em Jornalismo pela UFF, curso cuja conclusão resultou em um livro-ensaio sobre teatro e autismo.

André Dale - Ator do Grupo Conexão do Bem, que realiza intervenções teatrais nos hospitais da rede pública do Rio de Janeiro. Foi indicado ao prêmio Qualidade Brasil como melhor ator pela peça "Valentin". Em 2010 participou de "Escola de Moliéres", direção de Amir Haddad, e integrou o elenco do Grupo Tá Na Rua em 2011 e 2012. Atuou na tv em "A Grande Família", "Os Caras de Pau" e "Duas Caras" na Globo, e na série "Os Milagres de Jesus", da Record. No cinema, atuou em "Muita Calma Nessa Hora 2" e "Tim Maia".

Zéu Britto - Ator, músico e apresentador. Fez espetáculos como "Camila Baker" e "Decameron". Cantou nas trilhas dos filmes "Lisbela e o Prisioneiro", "Meu Tio Matou um Cara", "A Máquina" e "Capitães de areia". Apresentou os programas "Retalhão" e "Zéu de Estrelas", ambos no Canal Brasil. Na tv marcou participou de projetos como "Carga Pesada", "A Diarista", "Malhação", "Sexo Frágil", "Sítio do Picapau Amarelo", "Gabriela"  e "Saramandaia

Fonte: Assessoria de Imprensa




Leia também:

O MAIOR PAPEL DE YUL BRYNNER FOI NA VIDA REAL: MORREU COM MUITA DIGNIDADE E DEIXOU UM LEGADO PARA A HUMANIDADE
03/02/2010 - 21:2
Ator de dezenas de filmes e sucessos no teatro, por 30 anos consecutivos representando na Broadway e em excursões pelas maiores cidades dos Estados Unidos,...


O ENCONTRO DE DOIS MONSTROS SAGRADOS DO TEATRO; PAULO AUTRAN E JANET SUZMAN
14/05/2010 - 19:05
Aconteceu em 1972 durante o lançamento no Brasil do filme inglês distribuído pela Columbia Pictures, “Nicholas e Alexandra”, dirigido por Franklin J. Sch...


A TECNOLOGIA NO CINEMA ELEVA A QUALIDADE DO ESPETÁCULO E INTERAGE COM O PÚBLICO
20/06/2010 - 19:13
A Centauro Cinema, tradicional empresa do mercado cinematográfico brasileiro e uma das mais importantes integradoras de serviços e instalações no Brasil, c...


BRASILEIRO EMANUEL DIMAS DE MELO PIMENTA APRESENTA CONCERTO E FILME CHAMADOS KLEVE EM ZURIQUE, NO DIA 1º DE JUNHO
23/05/2013 - 11:45
Recentemente tivemos uma temporada vitoriosa retratando a vida e a música de Tim Maia. No momento está em cartaz em São Paulo um espetáculo dedicado a Mil...


LEMBRANDO SNOOPY 2010: HÁ 60 ANOS CHARLES M.SCHULZ CRIAVA O FAMOSO ICONE AMERICANO. HÁ 10 ANOS MORRIA CHARLES M. SCHULZ
07/01/2010 - 13:40
O ano de 2010 traz duas referências muito importantes para Snoopy e sua família.. No dia 2 de outubro de 1950, Charles M. Schulz lançou as tiras de Peanu...


ORA, SEU PADRE: PARA QUE DESTRUIR O SONHO DA CRIANÇADA?
10/12/2009 - 10:16
Num domingo destes fui assistir à missa das 5 da tarde a convite de um casal amigo. Seu filho de 6 anos fazia a primeira comunhão em companhia de outros 2...


AS BOND GIRLS AGITARAM SÃO PAULO NOS ANOS 80/90
24/10/2009 - 2:2
A primeira vez que eu e Sarinha, minha esposa, fomos para Roma foi em meados dos anos 60. Na primeira noite, no saguão do Cavalieri Hilton, onde estavamos ...


O ACTORS STUDIO QUASE VEIO AO BRASIL, MAS..PAROU NO GRID DE LARGADA
17/11/2009 - 11:38
Conheci Thamas Rohony em 1966, ano em que foi lançado em São Paulo o filme “Grand Prix”, uma super produção de Hollywood, dirigida por John Frankenheimer, ...


"Lili Marlene", Um Musical - Fause Haten - Teatro Eva Herz
15/05/2017 - 10:05
Fause Haten encena novo espetáculo ao lado de Andre Cortada com apresentações às terças e quartas...