Mauricio Kus
O ACTORS STUDIO QUASE VEIO AO BRASIL, MAS..PAROU NO GRID DE LARGADA


Por Mauricio Kus, 17/11/2009 às 11:38

O ACTORS STUDIO QUASE VEIO AO BRASI, MAS..PAROU NO GRID DE LARGADA

Conheci Thamas Rohony em 1966, ano em que foi lançado em São Paulo o filme “Grand Prix”, uma super produção de Hollywood, dirigida por John Frankenheimer, com grande elenco estelar, onde se destacavam James Garner, Eva Marie Saint, Yves Montand, Toshiro Mifune, Antonio Sabato, Françoise Hardy, Adolfo Celi, e alguns ex corredores de Formula 1, como Graham Hill,Jack Brabham, Jim Clark,

O filme teve a empresa fabricante de pneus Goodyear, como patrocinadora oficial, e havia um compromisso firmado com o estúdio, pelo qual – em cada país em que fosse lançado – o departamento de publicidade dos distribuidores trabalharia em conjunto com aquela empresa no campo de divulgação, marketing e publicidade. Como eu fazia a divulgação dos filmes da Fox e Warner, recebi instruções para entrar em contato com a agencia de publicidade que detinha a conta da Goodyear, para estudar uma divulgação conjunta e atender o compromisso firmado pela matriz.

Procurei Thomas Rohony, encarregado da conta da Goodyear e fiquei impressionado com a elegância, sobriedade, serenidade, fala mansa e objetividade daquele rapaz que parecia ser o anti-publicitário, que na ´época, vestiam, calça jeans, camisetas coloridas e expunham em voz alta e gestos exagerados a importância e qualidade dos produtos que anunciavam, além do cabelo comprido, despenteado, e sapatos sem meias..

Tivemos várias reuniões e deparamos com a dificuldade de como promover pneu num filmes (mesmo que de corrida de arcaicos carros de Formula 1), quando – folheando um catalogo da Goodyear – deu o estalo. Levamos um pneu de trator, o maior de todos que a Goodyear vendia no Brasil, com quase 2 metros de diâmetro e mantivemos o pneu em posição vertical frente às câmeras de TV. Naquele tempo haviam três programas femininos, na parte da tarde, com enorme audiência.

As apresentadoras Maria Tereza Gregory, Clarice Amaral e Ana Maria Braga dominavam o horário da tarde, numa época em que ainda poucas mulheres trabalhavam e passavam as tardes grudadas na telinha a espera que os filhos voltassem da escola ou o marido chegasse para jantar.

As apresentadoras ficaram sentadas no pneu, como se fosse num balanço e Rohony passou a entrevista, falando do filme e do desempenho dos carros, graças aos pneus Goodyear.

Foi um sucesso.

Anos depois recebi alguns ingressos para assistir a corrida de Formula 1 no Autódromo de Interlagos. Veio junto um bilhete assinado por Thamas Rohony, presidente do Grande Prêmio Brasil.. Honestamente, não acompanhava os lances da Formul 1, nunca fui fã de automobilismo, mas fiquei contente em ver Thamas naquela posição importante. Até hoje ele é o responsável pelas corridas no Brasil e figura altamente respeitada no automobilismo mundial. Outra surpresa: um amigo comum, Carlos André Spagat, publisher e editor de uma revista especializada em aviação “Flap”, convidou-me para almoçar em seu escritório. Os almoços lá eram famosos no mundo aviatório em São Paulo, ele tinha uma cozinheira excepcional, e uma sala de almoço especialmente montada para estes encontros. Quando cheguei deparei com Thamas Rohony, comensal habitual da Flap, que, por sinal,tinha escritório no mesmo prédio, na Rua Arthur Prado. Na sobremesa, uma deliciosa hora da saudade.

Em 1989 fui procurado por Thamas, que ia me indicar um cliente. Ele estava em conversações com o famoso The Actors Studio, de Nova York, para abrir no Brasil, mais precisamente em São Paulo, uma unidade daquela instituição de ensino. Precisavam de alguém para tornar o The Actos Studio mais conhecido em nosso país, abrindo caminho para uma futura instalação dessa unidade. Fundado em 1947 por Elia Kazan, Cherl Crawford e Robert Lewis, o Stúdio, como é conhecido, fica localizado em Nova York, no Manhattan Plaza, num prédio da antiga igreja presbisteriana Seventh Associate, construido em 1859. É mais conhecido pelo “método”, do qual o ator e diretor Lee Strassberg foi um dos expoentes.

O Studio desenvolve um trabalho de formação de atores, e também mantém um programa de televisão “Inside the Actors Studio”, desde 1994. Apresentado por James Lipton, diretor emérito do The Actors Studio Drama School, é um programa de entrevistas exibido em TV a cabo, pelo qual já passaram artistas de renome internacional,alguns que estudaram no próprio Studio. A lista de ex alunos do Studio é muito extensa e quase todas as celebridades do cinema e teatro, aprenderam ali a dominar sua arte. Al Pacino, Andy Garcia, Brandon Lee, Caroll Baker, Chez Palmentieri, Christopher Walken, Cloris Lealchman, Diane Ladd, Dustin Hoffman, Ellen Burstyn, Eva Marie Saint, Gene Hackman, Gene Wilder, Harvey Keitel, James Dean, Jane Fonda, Joanne Wooodward, Julia Roberts, Juliane Moore, Karl Malden, Lee J. Cobb, Marilyn Monroe, Marlon Brando, Martin Landau, Montgomery Clift, Nicolas Cage, Paul Newman, Robert De Niro, Rod Steiger,Sally Field, Sidney Poitier, Steve McQueen, Susan Strassberg,Tennessee Williams, Willem Davoe... Ufa, precisa mais? Uma comitiva do The Actors Studio veio a São Paulo, manteve contato com vários atores brasileiros, visitaram teatros e organizamos para eles uma entrevista coletiva com um almoço no Hotel Eldorado, em Higienópolis, que na época hospedava os atores da Globo quando vinham a São Paulo. Foi arrebatador, todos os veículos de imprensa de São Paulo estiveram presentes e mostraram o entusiasmo e a ansiedade em ter uma unidade no Brasil. O sucesso foi fogo de palha e o assunto morreu, pois as conversações não seguiram adiante e eles não vieram.

A diretora executiva do Actor Studio, Patty Ewald, comandou o grupo e foi seu porta voz. Fizemos amizade e ele me fez prometer que na próxima vez que fosse a Nova York, iria visitar o Studio.

Jidia, como eu, me presenteou com um livro de Neal Glaber, “An Empire of Their Own – how the jews ijnvented Hollywood”, contando a história de como os grandes chefões dos estúdios de cinema se transferiram de Nova York para Los Angeles, onde fundaram Hollywood e seu império de sonhos.

Escreveu uma bela dedicatória, que traduzo, com orgulho:
"Querido Mauricio – Acredito que V. apreciará a trajetória dessas pessoas fabulosas, histórias fabulosas, negócios fabulosos! Mais uma vez muito obrigado por tudo que V. está fazendo por nós, do Actors Studio. Com carinho – Patty Ewald.

Há um ano atrás recebi um DVD, com um documentário sob o mesmo título do livro, contando a mesma história, roteirizada com imagens da época e cenas obtidas em arquivos de documentários e registros dos estúdios. Cumpri minha promessa. Fomos a Nova York, eu, minha esposa Sarah e meu filho Paulo. Patty Ewald estava no exterior, mas deixou ordens para que fossemos tratados como visitantes VIP. Percorremos todas instalações,salas de aula e fomos apresentados a alguns professores. Era final de novembro, as férias de Natal estavam começando e tinha pouca gente, inclusive nenhuma celebridade. Mas tivemos chance de assistir a uma aula válida como final de curso, que era a representação de uma peça teatral, escrita, dirigida, interpretada e com equipe técnica dos próprios alunos. Três monitores anotavam todos os lances do espetáculo e depois houve um debate entre os participantes e o público (alunos que assistiam à representação sentados – como nós – em compridos banco, num teatro estilo arena) Com os três mediadores, cada participante do espetáculo, desde o autor até o mais simples contra regra defendiam seu trabalho, que valia nota para passar de ano. Nos explicaram que os alunos do Actors Studio tem a oportunidade de desenvolver conjuntamente suas habilidades num ambiente experimental, onde podem correr todos os riscos na criação de seus personagens sem a pressão dos papéis comerciais. E até hoje o The Actors Studio não montou nenhuma unidade fora dos Estados Unidos, e apesar de existirem dezenas de escolas com seu nome no mundo inteiro, só duas são oficiais, a de Manhattan e a de Los Angeles, conhecida por The Actors Studio West, por estar situada em West Hollydood. È dirigida por Mark Rydell e Martin Landau, dois famosos nomes do cinema, ganhadores de Oscar. No Brasil localizamos duas escolas, uma em São Paulo, com o nome de Actor Studio SP Brasil – Escola de Cinema e outra em Maringá, no Paraná, a Actor Studio – Escola de Atores. No site “Actor Studio SP Brasil –Escola de Cinema, uma confissão honesta:

"Importante!

Actor Studio SP Brasil é um curso oferecido pela escola de cinema e embora possua aprovação e parceiros de intercâmbio com os mais importantes representantes do “metodo” no mundo e o mesmo conteúdo e didática do Actors Studio em Nova York, não é representante oficial nem filial do “The Actors Studio, que possui sedes somente em NY e LA, nos Estados Unidos".


Continuamos esperando que o “método” desembarque algum dia no Brasil, com a grife The Actors Studio.

mkus@uol.com.br

Leia também:

É TEMPO DE PREMIAÇÃO: GLOBO DE OURO E OSCAR ESCOLHEM OS CANDIDATOS NUMA DAS PIORES SAFRAS DE HOLLYOOD DOS ÚLTIMOS TEMPOS
18/12/2012 - 11:52
Como é praxe, nesta época do ano, começa a busca pelos mais cobiçados prêmios da indústria cinematográfica americana, agitando os cinéfilos do mundo todo e...


Exposição Estrelas errantes: "Memória do Teatro Ídiche no Brasil" - MIS (Museu da Imagem e do Som) em São Paulo
15/07/2013 - 12:26
Com curadoria do historiador Nachman Falbel e da professora e pesquisadora Anat Falbel, a mostra é resultado de uma longa pesquisa sobre a cultura ídiche ...


CELEBRIDADES EM SAIA JUSTA
03/09/2009 - 11:00
1976, Los Angeles. Tínhamos acabado de assistir – ao vivo – no Music Center Pavillon, antigo auditório da Academy of Motion Pictures Arts and Sciences...


PARA A DUPLA TELECO E TECO, PALHAÇADA É UM BOM NEGÓCIO E CHEGA AO LICENCIAMENTO
07/11/2011 - 15:21
Resgatando a magia da inocência das crianças e seus momentos de lazer e divertimento, a empresa Planeta Alegria criou a dupla de palhaços Teleco e Teco, qu...


'O QUEBRA NOZES' JÁ É UMA TRADIÇÃO NATALINA NO TEATRO ALFA
24/11/2011 - 11:24
Continuando com uma tradição que já é parte dos festejos natalinos, a Cisne Negro Cia.de Dança, apresenta, de 8 a 18 de dezembro, no palco do Teatro Alfa, ...


Nine - Um Musical Felliniano - direção de Charles Möeller & Claudio Botelho
14/05/2015 - 16:37
Lançado em 1963, estabeleceu a consagração definitiva de Federico Fellini como um dos grandes cineastas de todos os tempos. Saudado pela crítica como obra-...


CONVITE para a exibição do filme "Como me Tornei um Elefante"
14/11/2013 - 10:8
CONVITE para a exibição do filme "Como me Tornei um Elefante"...


'HAIR' estreia em São Paulo dia 13 de janeiro
10/01/2012 - 17:27
"Hair" é um grande espetáculo que se tornou um mito. Estreado em abril de 1968 no Biltmore Theatre, correu o mundo, inclusive o Brasil, onde tivemos várias...


A MINHA PRIMEIRA VEZ no dia 4 de janeiro no TEATRO FOLHA
02/01/2013 - 15:40
Sob a direção de Isser Korik, A Minha Primeira Vez estreia no dia 4 de janeiro (sexta-feira), no Teatro Folha. Jovens atores - Emiliano d’Avila, Luana Mart...