Mauricio Kus
Exposição Estrelas errantes: "Memória do Teatro Ídiche no Brasil" - MIS (Museu da Imagem e do Som) em São Paulo


Por Mauricio Kus, 15/07/2013 às 12:26

Estrelas errantes: Memória do Teatro Ídiche no Brasil acontece de 17 de julho a 15 de setembro e traz cartazes do artista Lasar Segall, entre outros.

Abre nesta quarta, 17 de julho, a exposição “Estrelas errantes: Memória do Teatro Ídiche no Brasil”, no MIS (Museu da Imagem e do Som) em São Paulo.


Com curadoria do historiador Nachman Falbel e da professora e pesquisadora Anat Falbel, a mostra é resultado de uma longa pesquisa sobre a cultura ídiche no país e reúne cartazes e fotografias originais, nunca antes apresentados ao público.

A exposição traz aos visitantes uma ampla visão do teatro profissional e amador das cidades do Rio de Janeiro e São Paulo no século 20. Entre outros elementos iconográficos da mostra destacam-se os cenários e figurinos do artista Lasar Segall e a peça “A Sorte Grande”, escrita por Sholem Aleichem em 1916 e dirigida por Zygmunt Turkow, que também atuava junto ao grupo de teatro “Os Comediantes”, no Rio de Janeiro.

Sobre o Teatro Ídiche

Trazido para as Américas pelos imigrantes da Europa Oriental, essa cultura sedimentada durante séculos do teatro iídiche foi dizimada em seus países de origem durante a ocupação alemã na Segunda Guerra Mundial e, posteriormente, pelo regime stalinista. Depois, sofreu em todo o mundo o acelerado processo de aculturação que tomou conta das comunidades judias.

O moderno teatro ídiche, como o conhecemos, surgiu no século 19 e teve um de seus melhores momentos com Abraham Goldfaden (1840-1908), que encenou suas peças na Romênia a partir de 1876. Inicialmente, o teatro apresentou-se como expressão artística de entretenimento das camadas populares, mas aos poucos passou a atrair a intelectualidade judaica, elevando seu nível literário e dramatúrgico.

Graças a escritores talentosos da época, o teatro ídiche acabou sendo importante meio de reflexão sobre questões sociais, políticas e culturais do mundo judaico, daí o surgimento de um grande número de companhias, que deram notável contribuição à arte da representação teatral.

A presença do teatro ídiche no Brasil pode ser notada nos círculos de teatro amador no Rio de Janeiro e em São Paulo, e em mais algumas capitais brasileiras. Atores e diretores europeus foram chamados para atuar em instituições culturais locais trazendo seu conhecimento e experiência. Assim como a literatura e a imprensa, o teatro ídiche teve seu momento áureo como parte da cultura do imigrante.

Os grupos teatrais que passaram pelo país, assim como os grupos ou círculos dramáticos locais, deixaram às gerações posteriores um importante lastro cultural. As gerações que os sucederam devem se preocupar em mantê-los.

Estrelas errantes: Memória do Teatro Ídiche no Brasil
MIS - Av. Europa 158.
Terça a sexta-feira, das 12h às 21h.
Sábados, domingos e feriados das 11h às 20h
Preço: R$ 6 (inteira) R$ 3 (meia)
Gratuito para menores de 5 anos.
Livre

Leia também:

Jornalismo e emoção sobre Leila Diniz no site de Marcelo Pestana Carlos Cirne
09/05/2014 - 0:31
Londres, junho de 1972, 12 horas, domingo de sol na velha Albion, talvez o único domingo de sol daquele verão londrino. Éramos um grupo brasileiro alegre,...


INTRODUTOR DOS MENUDOS NO BRASIL, HELIO BATISTA LANÇA PROGRAMA DE CAÇA A TALENTOS PELA INTERNET
21/01/2017 - 21:06
Após anos de estudo sobre o meio artístico e o show business no Brasil, Helio Batista, o introdutor dos "Menudos" no Brasil, com largo expertise na organiz...


Vera Fischer interpretará delegada em filme sobre tortura policial
10/04/2017 - 10:23
...


HOLOCAUSTO ARMÊNIO NO VIGA ESPAÇO CÊNICO
10/10/2012 - 17:6
'1915' é um espetáculo de ficção que aborda o primeiro genocídio do século XX. Na época, turcos otomanos cometeram atos bárbaros contra armênios, assim co...


PAÍS SEM MEMÓRIA: "O CANGACEIRO" DE LIMA BARRETO COMPLETA 60 ANOS E PASSA DESPERCEBIDO.
21/02/2013 - 16:44
Há 60 anos atrás a Cinemtografica Vera Cruz, o primeiro movimento industrial do cinema brasileiro, apresentava 'O Cangaceiro', seu filme mais importante, ...


LYBA FRIDMAN, UMA JORNALISTA
28/09/2010 - 10:18
O mês de setembro marcou dois episódios importantes envolvendo a figura de Lyba Fridman, uma corajosa, valente e competente jornalista que escrevia sobre c...


SESI-SP LANÇA PROJETO PARA TEATRO MUSICAL
23/05/2013 - 17:29
Ação multidisciplinar utilizará o Teatro Musical como instrumento de aprendizado e desenvolvimento criativo dos alunos da rede SESI-SP de ensino; projeto ...


LEILA DINIZ, A IRREVERÊNCIA, AMOR A VIDA, GRAVIDÊS E MUSICAL FORAM A CASCA DE BANANA QUE FIZERAM ESCORREGAR A DITADURA BRASILEIRA NOS PRIMEIROS ANOS DE CHUMBO
05/08/2010 - 14:48
Londres, junho de 1972, 12 horas, domingo de sól na Velha Albion, talvez o único domingo de sól daquele verão londrino. Éramos um grupo brasileiro alegre,...


JEAN-LOUIS TRINTIGNANT, O AMOR DO ATOR POR UMA OBRA DE ARTE E A FALTA DE CRITÉRIO DE UMA APRESENTADORA BRASILEIRA DE TV
03/11/2011 - 11:54
Pouco depois do fim dos governos militares no Brasil, começávamos a respirar um ar de liberdade e a permissão para exibição de quase uma centena de filmes ...