Mauricio Kus
Nine - Um Musical Felliniano - direção de Charles Möeller & Claudio Botelho


Por Mauricio Kus, 14/05/2015 às 16:37

CHARLES MÖELLER & CLAUDIO BOTELHO DESBRAVAM O UNIVERSO DE FELLINI EM ‘NINE - UM MUSICAL FELLINIANO’

Lançado em 1963, ‘8 ½’ estabeleceu a consagração definitiva de Federico Fellini como um dos grandes cineastas de todos os tempos. Saudado pela crítica como obra-prima, o longa recebeu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e representou uma quebra de paradigmas, ao misturar diversos planos narrativos. Mais de vinte anos depois, em 1982, o clássico felliniano deu origem ao musical ‘Nine’, que também promoveu uma ruptura estética na Broadway e seguiu uma carreira de sucesso, com incríveis 1729 sessões e cinco prêmios Tony, incluindo o de Melhor Musical.

CHARLES MÖELLER | FELLINI EM NINE | MUSICAL FELLINIANO
Foto: paulistacomfarofa.com.br

Após inspirar o filme homônimo (dirigido por Rob Marshall em 2009), ‘Nine’ ganhará uma inédita versão brasileira, em um espetáculo dirigido por Charles Möeller & Claudio Botelho. Com estreia marcada para 23 de maio, ‘Nine – Um Musical Felliniano’ será a primeira produção teatral a desembarcar no palco do recém-inaugurado Teatro Porto Seguro.

O ator italiano Nicola Lama (‘Um Violinista no Telhado’, ‘O Mágico de Oz’) terá o desafio de interpretar Guido Contini, o protagonista que já foi vivido por Raul Julia (1982) e Antonio Banderas (2003) no teatro e por Daniel Day-Lewis no cinema. Ele será o único homem em um elenco formado por atrizes de gerações e referências diversas, como Beatriz Segall – que faz a sua estreia, aos 88 anos, em teatro musical – e Malu Rodrigues, já uma ‘veterana’ em seu nono musical aos 20 anos. Estrela de ‘Gypsy’, Totia Meireles retoma a vitoriosa parceria comMöeller & Botelho, enquanto Carol Castro, Leticia Birkheur e Mayana Moura fazem seu primeiro trabalho com a dupla.

Sobre mulheres, crises e memórias

Em cena, Guido Contini, diretor de cinema conhecido internacionalmente, está em uma grave crise criativa, sem saber como desenvolver o seu próximo projeto. Para fugir das tensões, ele resolve passar alguns dias em um SPA em Veneza, onde encontra – em diferentes planos, como realidade, memória, fantasia, sonho – todas as mulheres de sua vida: a mãe (Beatriz Segall), a esposa (Carol Castro), a amante (Malu Rodrigues), a musa de seus filmes (Mayana Moura), a prostituta (Myra Ruiz) e a produtora de seus filmes (Totia Meireles).

‘A mulher é a força da natureza, ela gera, concebe e cria. ‘Nine’ fala sobre o poder das mulheres e profetiza que a vida é uma festa de beleza e amor pelo sexo feminino’, ressalta Charles Möeller, que relaciona ainda a narrativa de Fellini com a obra do psiquiatra suíço Carl Gustav Jung (1875 – 1961): ‘‘8 ½’ é o mais junguiano dos seus filmes. Ele descobriu todos os seus arquétipos e ‘animas’ e os colocou no filme, que é uma cartilha de signos, sonhos e enigmas’, analisa.

Por conta da estrutura fragmentada e da falta de compromisso com o realismo, Möeller relaciona ‘Nine’ à vertiginosa dramaturgia de Nelson Rodrigues em ‘Vestido de Noiva’. A peça se passa toda dentro da cabeça do Guido, seguindo a lógica de um sonho, onde ele reencontra fantasmas do passado, revê suas musas e tenta criar o seu próximo roteiro.

Os diversos planos de ação aparecem juntos, o que será aproveitado na cenografia de Rogério Falcão, nas coreografias de Alonso Barros e Charles Möeller e no desenho de luz de Paulo Cesar Medeiros. Se Falcão, Barros e Medeiros acumulam dezenas de trabalhos com Möeller & Botelho, o estilista Lino Villaventura faz a sua estreia no teatro musical, ao assinar os figurinos do espetáculo. A coordenação artística é de Tina Salles, parceira de longa data dos diretores.

Uma saga italiana

Com a estreia de ‘Nine – Um Musical Felliniano’ (o subtítulo é exclusivo da montagem brasileira), a obra atemporal do diretor italiano ganha mais um capítulo em sua bem-sucedida trajetória. ‘Fellini era amante dos musicais e a música sempre tinha um papel fundamental em seus filmes. A sua parceria com o compositor Nino Rota é um acontecimento na história do cinema’, ressalta Claudio Botelho, que também assina a direção musical e a versão brasileira.

O desdobramento de ‘8 ½’ em musical foi, portanto, natural. Autores de ‘Nine’, Maury Yeston (compositor e letrista) e Arthur Kopit (autor do texto) começaram a trabalhar na empreitada nos anos 70. Quando estreou na Broadway decadente do início dos anos 1980, se transformou em um raro sucesso do mítico local. Na época, a Times Square estava tomada por casas de prostituição, tráfico de entorpecentes e violência.

‘’Nine’ foi uma grande ruptura para a Broadway, apresentou um espetáculo cerebral, com referências bem diferentes de tudo o que foi feito até então. Foi uma reinvenção’, analisa Charles. O sucesso foi imediato e rendeu 12 indicações – e cinco prêmios – ao Tony e oito prêmios Drama Desk Award. Em 2003, um ‘revival’ trouxe Antonio Banderas como Guido e resultou em mais oito indicações ao Tony e o prêmio de Melhor Revival de Musical. Banderas recebeu ainda o Drama Desk e o Theatre World Award pelo trabalho.

Em 2009, a adaptação cinematográfica de Rob Marshall (‘Chicago’, ‘Annie’) introduziu uma série de inovações ao musical original, principalmente no roteiro e na trilha sonora, com a inserção de novas canções. O elenco, que reuniu astros como Sophia Loren e Penelope Cruz, rodou algumas sequências na mítica Cinecittà, estúdio onde ‘8 ½’ e uma série de clássicos do cinema italiano foram filmados.

Möeller & Botelho: 35 musicais, filme e programa de TV

Trigésimo quinto musical de Charles Möeller & Claudio Botelho, ‘Nine – Um Musical Felliniano’ é também a terceira produção da Möeller & Botelho, produtora que a dupla criou para viabilizar os seus próprios trabalhos. Os outros projetos foram ‘Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos’, que prossegue em cartaz no Teatro Cetip (SP), e ‘Os Saltimbancos Trapalhões’, com estreia em São Paulo prevista para o segundo semestre.

Enquanto o primeiro musical abriu as comemorações pelos 70 anos de Chico Buarque, cumpriu quatro temporadas de sucesso e deu origem a um CD duplo, o segundo promoveu a estreia de Renato Aragão, com 80 anos, no teatro.

O ano marcará ainda a primeira incursão de Möeller & Botelho no cinema, com o roteiro e a direção de ‘Os Saltimbancos Trapalhões 2’, e a estreia de um programa de televisão inédito, criado, escrito e dirigido pela dupla. No ar a partir de 18 de maio, ‘Acredita na Peruca’ reedita a parceria dos diretores com o ator Luiz Fernando Guimarães, estrela de ‘Como Vencer na Vida Sem Fazer Força’, montado em 2013.

NINE – UM MUSICAL FELLINIANO

Um espetáculo de Charles Möeller & Claudio Botelho

Com TOTIA MEIRELES, CAROL CASTRO, MALU RODRIGUES, LETÍCIA BIRKHEUER, MAYANA MOURA, MYRA RUIZ, RENATA VILELA, CAMILLA MAROTTI, LAIS LENCI, LOLA FANUCCHI, ISABELLA MOREIRA E NICOLA LAMA como Guido Contini

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: BEATRIZ SEGALL

Direção Musical e Versão Brasileira: Claudio Botelho
Cenografia: Rogério Falcão
Figurinos: Lino Villaventura
Coreografias: Alonso Barros e Charles Möeller
Design de Som: Ademir Moraes Jr.
Design de Luz: Paulo Cesar Medeiros
Direção Musical e Regência: Paulo Nogueira
Visagismo: Beto Carramanhos
Coordenação Artística: Tina Salles
Produção Executiva: Edson Lopes

SERVIÇO

Teatro Porto Seguro
Alameda Barão de Piracicaba, 740 - Campos Elíseos - São Paulo




Leia também:

QUEM PODE PERDOAR MARIA DELLA COSTA POR SEU EXILIO VOLUNTÁRIO DO TEATRO?
19/05/2010 - 10:16
Quando vi Fernanda Montenegro e Cleyde Yaconis em plena atividade no primeiro capitulo de 'Passione', a nova novela da Globo, escrita pelo mestre Silvio d...


HÁ QUARENTA ANOS ATRÁS O HOMEM PISOU NA LUA E HEBE PISOU NA BOCA DO LIXO
26/07/2009 - 20:42
Enquanto em milhares de lares paulistanos as pessoas se concentravam em torno de toscos aparelhos de televisão, em sua maioria com imagem em branco e pret...


Lamy Neon Coral
01/12/2014 - 10:39
A forma seguindo a funcionalidade, base da escola Bauhaus de design, é levada ao extremo nas belas canetas alemãs Lamy. Fabricadas na Alemanha com a recon...


HUGO SCHLESINGER GOSTAVA DE CONSTRUIR CINEMAS E ESCREVER LIVROS
20/09/2009 - 15:28
No inicio dos anos 60 fui convidado a visitar uma pequena distribuidora especializada em importar produções européias, em sua maioria, filmes de arte, que ...


QUANDO OS ASTROS DE HOLLYWOOD VINHAM AO BRASIL
20/09/2009 - 22:36
Hoje raramente recebemos a visita de um astro de Hollywood para promover o lançamento de seus filmes. Os grandes estúdios, lançam os filmes simultaneamen...


O ENCONTRO DE DOIS MONSTROS SAGRADOS DO TEATRO; PAULO AUTRAN E JANET SUZMAN
14/05/2010 - 19:05
Aconteceu em 1972 durante o lançamento no Brasil do filme inglês distribuído pela Columbia Pictures, “Nicholas e Alexandra”, dirigido por Franklin J. Sch...


UM DIA COM AS BOND GIRLS EM SÃO PAULO
14/02/2011 - 10:44
Era o fim do mês de agosto do ano de 1979. Os jornais e os trailers no cinema apontavam 'Moonraker', o próximo filme do James Bond, o agente secreto 007,...


O ENTERRO DA CAFETINA
01/10/2009 - 20:15
Você, prezado leitor, já se imaginou passando pela rua, a trabalho ou fazendo uma caminhada, quando à sua frente passa um cotejo fúnebre, com o carro funer...


HISTÓRICOS E BADALAÇÕES DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE CANNES
23/05/2011 - 0:21
O Festival de Cannes, criado em 1946, conforme concepção de Jean Zay, e até 2002 chamado Festival International du Fim, é um dos mais famosos e prestigiado...